Bem Ali: experiências e o novo

Por Marcelle Soares

E aconteceu o Bem Ali...arrisco dizer que o único festival que acontece em Palmas reunindo música nos estilos rock, alternativo, eletrônico e também com ambientes diferentes...um verdadeiro festival e com a cara do público de Palmas.

bem_ali2.jpeg

Quem estava lá, a maioria pelo menos, consome, e é fã, da cena alternativa que lá se apresentava. Apoia, compartilha as músicas, aplaude o show do picadeiro e mais, leva quem não conhece o movimento pra apreciar e ver o que é possível realizar aqui.

Vi e ouvi várias pessoas abismadas pela organização e pelo capricho com os materiais (eu mesma achei lindo tudo), mas também vi gente criticar muitos pontos, a divulgação, que seria melhor os shows do lado de fora e até ter mais atrações (paciência, não se pode agradar a todos).

Eu estava com minha equipe do Cenário. Fizemos uma humilde cobertura, mas a felicidade de ver outros veículos, outras pessoas fazendo cobertura, gravando vídeos, entrevistas, lives, fotos...foi muito mais lindo presenciar isso. Gente nova...sangue novo empenhado em trabalhar.

foto_crachá_BemAli.jpeg

Do meu aglomerado deideias, poderiam sair várias matérias, mas quis estrear esse espaço com esses pensamentos. O Cenário Art, que nasceu com o propósito de valorizar a cena local (em vários âmbitos), só quer agradecer à organização da galera do Árvore Seca por proporcionar a experiência de ontem ao público.

É disso que precisamos, novas experiências com nossos novos produtores e artistas locais. Gente que quer fazer acontecer, que quer produzir e criar juntos. Mais espaço, mais aplausos, mais energia e mais festivais.

Desculpem os antigos, o novo sempre vem para marcar uma história e é hora de abrir nossos olhos a esse novo cenário cultural do Tocantins. Amanhã seremos velhos, mas teremos virado uma página importante na nossa cultura...

E que venha esse e outros Bem Ali em 2020...conte com a gente pra tudo!