Brasileiros compram cada vez mais online

É evidente que o Brasileiro aderiu ao conforto do lar para fazer compras, mas e quando o assunto é supermercado, o cenário é o mesmo?

Dino

Se antigamente o brasileiro sentia uma certa desconfiança pela internet, o cenário hoje em dia não é o mesmo. Os hábitos de consumo da população mudaram e muitos preferem fazer as suas compras no conforto de sua casa, ao invés de irem ao shopping ou às tradicionais lojas. As vendas online aumentam ano após ano.

Nos últimos anos os supermercados também têm apostado forte na disponibilização de lojas online para que os seus clientes possam fazer através da internet. As compras de produtos de supermercado pela internet também têm crescido mas de forma muito mais lenta do que os outros setores.

compra internetCompra na internet, sonho ou realidade? | Foto: supermercado online

Segundo um estudo recente do Painel Conecta, o universo de consumidores que compraram produtos pela internet é de 15%, sendo os jovens de 16 a 24 anos a faixa etária que usa mais este canal e as pessoas com mais de 55 anos os que menos.

O site OfertasnoSupermercado fez um estudo fazendo a seguinte pergunta aos seus visitantes: “Qual é o seu principal receio em fazer compras num supermercados através da internet?”

Foram dadas as seguintes opções de resposta: Entrega, Selecionar, Qualidade, Segurança, Preço, Hábitos, Faltar itens, Validade e Outros.

A opção mais votada foi a “Entrega” (27%), muitas pessoas vêm isso como uma barreira para o crescimento deste canal, seja pelo custo do frete ou pela demora na entrega. A opção “Selecionar” foi a segunda mais votada com 16%, isto vem revelar que muitos consumidores têm dificuldades em selecionar os itens que querem comprar.

A Qualidade (12%) e Segurança (10%) dos produtos também são algumas das principais preocupações dos consumidores. As restantes opções tiveram as seguintes votações: “Hábitos” (8%), Preços (7%), Faltar itens (4%), Validade (6%) e Outros (10%).

Os supermercados e toda a logística relacionada ainda têm de investir e evoluir muito para que as compras em supermercados através da internet se massifiquem, até lá maior parte dos consumidores vai continuar a deslocar-se às instalações físicas dos supermercados para fazer as suas compras.