Mas afinal, o que é o candango? 

Candango é sinônimo de fé, comunhão e coragem

Por Fábio Coêlho  

"Designação dada pelos africanos aos 'vilões' portugueses”, ou ainda, “Designação dada aos operários da construção de Brasília, atual capital do Brasil, ou aos seus primeiros habitantes”, é assim que o dicionário Aurélio (um dos mais respeitados do Brasil) define a palavra Candango. 

imaginabilis ipsis 150928 aDia 21 de abril de 1960 no Palácio do Planalto, Brasília, 1960 | Fotos: Thomaz Farkas

Usando minha experiência como exemplo, problematizo: quando uma pessoa que nasceu em Brasília ouve alguém chamando: ei candango! Ei candango! Definitivamente ela não deve olhar. Afinal, com certeza, essa pessoa não está chamando o cidadão brasiliense, nascido em Brasília. Correto? 

Segundo o Dicionário Aurélio, correto. E por pesquisa feita, sem cunho científico, com  nascidos em Brasília, verificamos, que os nativos compreendem bem que são brasilienses e trazem consigo, um imenso respeito aos seus antepassados, que deixaram suas terras, acreditaram no sonho e transformaram o cerrado, nas curvas e formas da hoje Capital Federal.  

A palavra candango se tornou, no Planalto Central, sinônimo de pioneiro, de pessoa que acredita no progresso, sentimentos que deram força à construção de Brasília aos homens e mulheres candangos, tendo em vista que a palavra não tem variação feminina e também se convencionou como sinônimo de igualdade social em busca de um sonho coletivo.

Um vídeo que resume bem os anos da construção de Brasília, faz parte da exposição Capitais da Bossa Nova e retrata a transformação feita pelas mãos dos mais de 60 mil candangos, que ajudaram a desbravar a terra vermelha do imenso Planalto Central e transformar na Capital Federativa do Brasil:

https://www.youtube.com/watch?v=wxB62_csHP4