Já imaginou fazer o ENEM no computador?

Por Vânius Girodo

"Obaaa, acabaram as filas!!! ", "Vou colar bastante!", "Agora eu e o Google vamos passar no vestibular!"

#SóQueNão

Em 2026 o Exame Nacional do Ensino Médio-ENEM em papel irá acabar, foi o que disse Camilo Mussi, o presidente do INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

pqProva de proficiencia1Até 2026 todas as provas do Enem devem ser feitas pelo computador | Foto: Divulgação

Segundo a reportagem "Enem em papel vai acabar em 2026, diz presidente do Inep", confira na integra abaixo.


O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em papel vai acabar em 2026, segundo o presidente do Inep Alexandre Lopes em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (3).

"Em 2026, não haverá mais o Enem em papel. A partir de 2026, todas as etapas do enem serão digitais, inclusive a reaplicação. Em 2026 a gente vira a chave, deixa de ter Enem em papel e passa a ter enem digital para 100% dos alunos", afirma.

Lopes afirma que a fase piloto de aplicações de provas online começa em 2020. A pasta afirma que a implantação do Enem Digital será progressiva, com início no próximo ano e previsão de consolidação em 2026. Em 2019, a prova seguirá o modelo vigente, sem mudanças.

No começo, o candidato poderá escolher na inscrição se quer participar do modelo piloto ou a prova tradicional em papel. O presidente do Inep, Alexandre Lopes, afirma que a prova digital traz "possibilidades são infinitas da forma como vamos poder interagir com o aluno".

No primeiro ano de teste, o modelo digital será aplicado para 50 mil pessoas em 15 capitais do país, sendo elas Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

O Enem 2020 terá três datas de aplicação: a digital, regular e a reaplicação, para os alunos que tenham problemas de logísticos e infraestrutura com a prova digital.

A prova digital será realizada nos dias 11 e 18 de outubruo de 2020 e a convencional em 1 e 8 de novembro de 2020. A reaplicação acontecerá em dezembro, em papel.

Em 2021, serão realizadas duas aplicações digitais, em datas distintas, agendadas previamente, também opcionais. A edição servirá como aprimoramento do piloto. Permanecem a aplicação regular e a reaplicação em papel.

De 2022 a 2025, o Enem Digital seguirá sendo aprimorado. A previsão do Inep é realizar até quatro aplicações digitais, em datas distintas, com agendamento prévio e ainda opcional para os participantes.


Neste ano alguns alunos de algumas cidades farão a prova digital e em 2026 serão todos.

O que não ficou claro nesta reportagem é como isto será feito. Acredito que, com quase 100% de certeza, de que você terá que ir para algum lugar como é feito hoje e fazer o exame lá. Não fará isto de casa, no seu computador ou celular. E provavelmente sem acesso à internet ou ao Google.

Recentemente fiz um teste de certificação online. Eu estava em um laboratório de TI fechado e ao executar o programa da prova, todos os outros programas foram fechados e todas as conexões com a internet também. Após o encerramento da prova todo o acesso ao computador foi normalizado.

Vantagens: diminuirá o risco de fraudes, aumentará a acertividade em relação ao gabarito (transferir as respostas para o gabarito), agilidade para a entrega dos resultados, diminuição do custo das provas.

Desvantagens: há muitas pessoas sem conhecimento/contato de tecnologia em pleno seculo XXI; maior número de equipamentos, maior consumo de energia, propabilidade de falha nos equipamentos.

O jeito é ver como esta novidade funcionará neste ano e o que pode ser aprimorado até 2026.

No mais, boa sorte e boa prova!!!